Piar: Técnica de amarrar jumentos para evitar fugas é judiação!

( Publicação de 18 de julho de 2012- migrada do blogspot)DSC_0084

O povo até que achou certa graça na minha admiração quando vi o pobre jumentinho amarrado pelas patas se esforçando para caminhar pelas ruas de Morada Nova (CE), tentando chegar próximo à lagoa.

Para mim, menina de cidade grande, a técnica conhecida como “PIAR”, que serve para impedir que o animal chegue muito longe, pareceu uma verdadeira tortura. Mas para os que me acompanhavam a técnica é usada há muito tempo, desde os sertanejos antigos, sendo passada como tradição.

Ainda admirada com o que testemunhei e com raiva por não ter obtido uma faca para cortar a maldita corda, ainda resmunguei por alguns dias.

Houve os que exclamassem que aquilo era normal. Explicaram-me também que para não machucar o animal, a corda que usam é feita de couro. Porém nenhuma das afirmações conseguiu afastar da ideia, que a técnica de deixar o animal “PIADO”, pode até não machucar, mas é uma grande judiação.

O pobre do jumento (que mal não fez a ninguém), temde viver assim… Caminhando feito condenado, mancando como pode, só para poder ir um pouco mais longe dos olhos do dono.

Técnica de piar o jumento

DSC_0086

Não sou assim, uma especialista em cultura. Quando tratamos de cultura como conceito, podemos perceber o quanto ele é abrangente e recebe as mais diversas interpretações. Sendo assim, agarro-me a que tirei da “cachola” certo dia em que precisei descrevê-la. É uma “mistureba” do que ouvi nas alas de cultura regional e nos documentários do National Geographic Channel e sabe-se lá mais aonde.

-Cultura para mim é todo aquele conjunto de tradições e sensações que nos trazem o sentimento de pertença.-

Enfim, estou fazendo esse pequeno desvio, para dizer que até entendo que estou criticando um hábito passado de geração para geração, como uma solução para que os jumentos não fujam.

Também entendo que uma prática, deste porte, cria raízes que a transformam em algo natural. Mas, ao mesmo tempo, se uma prática cultural perde seu significado ela adquire novas formas e pode ser substituída por outras, não é mesmo?

Então pela primeira vez, fujo do meu tema comum de trabalho. E escrevo esse artigo, para pedir que a prática de “PIAR” se acabe. Por que na verdade, a maior das liberdades que podemos ter, Homens ou animais, é a de poder ir e vir, sem que nada nos impeça.

Liberdade para o jumentinho já!

Anúncios

3 comentários sobre “Piar: Técnica de amarrar jumentos para evitar fugas é judiação!

  1. ( transferido do blogspot)
    Jussara Varoli 18 de julho de 2012 08:39
    Concordo em gênero, número e grau!
    Parabéns pelo ótimo texto!

    Curtir

  2. ( transferido do blogspot)
    Samia Souza 24 de julho de 2012 10:23
    É importante que esses animais sejam protegidos dessa atrocidades..parabéns pela sensibilidade e pelo texto!!!

    Curtir

  3. ( transferido do blogspot)
    Profº Marney Eduardo 24 de julho de 2012 19:13
    Também concordo com o ótimo texto e com a opinião da autora. Atrocidades como essa acontecem diariamente em todo o nosso Brasil, para os interessados visitem o site http://www.institutoninarosa.org.br/ e saibam que aquele bifinho gostosinho que voce come também ou o frango assado também é resultado de muita violência. Ps: sou vegetariano (saudável) desde os 17 anos hj tenho 34 anos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s